quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Em reunião com a TEL de Feira de Santana, SINTTEL expõe problemas dos trabalhadores

Empresa comprometeu-se a analisar e nos dar um retorno previsto para Dezembro
Devido ao grande número de ligações de funcionários da TEL TELEMÁTICA de Feira de Santana, questionamento alguns procedimentos da empresa e reclamando da postura dos supervisores, o SINTTEL agendou um encontro para tratar especificamente da situação dos trabalhadores de Feira de Santana.
Os diretores do SINTTEL BAHIA informaram aos representantes da empresa que como instituição responsável pela mediação entre trabalhadores e patrões continuará encaminhando as dúvidas e reclamações dos trabalhadores a direção da empresa. Tal ato deve-se ao receio que haja alguma espécie de retaliação aos trabalhadores. De toda forma expomos os problemas e conseguimos “arrancar” os seguintes compromissos da empresa:
Postura dos supervisores – Excesso de rigor na relação entre Supervisor e Teleoperador. A empresa ficou de fiscalizar melhor a atuação dos supervisores;
Produto Sodexo – Valores inseridos nos cartões a menor no qual compromete a alimentação mensal. A TEL TELEMATICA vai verificar as reclamações de retroativo do Sodexo.
Escala de pausa no dia de medições pela Anatel – Os companheiros reclamaram que no dia de medição da ANATEL, a empresa administra as pausas por conveniência da mesma, ficando confinados a mercê da empresa, quanto às pausas estabelecidas no anexo II da NR 17. Segundo a empresa, as pausas ocorrem numa escala para não impactar no atendimento e que são concedidas outras pausas à medida que são solicitadas. De toda forma, ficou de verificar esses casos, que são pontuais.
Exames periódicos – A empresa afirma que são feitas os exames periódicos anualmente conforme legislação.
Problemas de saúde identificados no exame de Audiometria - Pedimos esclarecimento sobre quais os procedimentos da TEL quando o empregado tem algum problema de saúde (no caso, problemas relacionados a audição acusado no exame de audiometria). A empresa ficou de esclarecer.
Ginástica laboral – Alguns empregados se queixaram que não está sendo praticada a Ginástica. A empresa afirmou que dispensa dez minutos durante um dia na semana para tal exercício, sendo hora trabalhada.
Horas excedentes – O SINTTEL BAHIA solicitou uma melhor divulgação sobre o pagamento das horas excedentes, em função do alto número de reclamações.
Programação de férias – A empresa afirma que não existe uma programação estabelecida no curso do ano. O SINTTEL BAHIA solicitou a implantação de uma programação de férias em caráter de urgência para os funcionários se organizarem melhor.
Ação operacional do "quis" X prêmios – Alguns companheiros reclamaram sobre a ação do Quis, pois expõe os demais companheiros perante os outros trabalhadores. A empresa afirmou que se trata de uma ação de perguntas e respostas sobre os procedimentos do atendimento. Não é obrigatória a participação do operador e não existe exposição de quem acerta ou erra as perguntas, sendo que fica a critério do funcionário participar ou não.
Folgas – Questionada a respeito de funcionários com mais de 12 dias sem folgar, a empresa ficou de verificar.
Remanejamento de horário – Recebemos algumas ligações sobre a mudança de horário de forma parcial ou definitiva que vem a prejudicar os compromissos sociais dos companheiros. A empresa afirma que realiza o remanejamento de horários de no máximo 2 horas, para mais ou para menos. Ainda segundo a TEL, os remanejamentos é uma necessidade do contratante e são informados aos colaboradores previamente
Fornecimento de relatórios médicos - sobre a cobrança de relatórios médicos por parte da empresa, a mesma esclareceu que só há a cobrança com um somatório de cinco dias de afastamento no mesmo mês. Foi levado ao conhecimento da empresa essa dificuldade na entrega desses relatórios, pois, alguns médicos colocam dificuldades para fornecer o documento. A empresa afirma que para os médicos credenciados ao plano da TEL em Feira de Santana, são orientados a disponibilizar os relatórios.
Aqueles que forem atendidos pelo SUS, a empresa orienta que, na TEL TELEMATICA existe um formulário padrão a disposição dos funcionários que deve ser entregue ao medico para oficializar que é a empresa que esta pedindo esse relatório, inclusive demonstra que o NÃO fornecimento do relatório é de iniciativa do médico e não do trabalhador.
Estamos no aguardo da próxima reunião, que irá ocorrer no próximo mês de dezembro, para que a empresa nos apresente as soluções para as queixas apresentadas pelos trabalhadores.
Processo para Instalação da sub-sede do SINTTEL/BA em Feira - Uma das prioridades da nossa campanha eleitoral foi à implantação de uma sub-sede em Feira de Santana para tornar a luta ainda mais intensa e agilizar a resolução dos problemas dos trabalhadores da região. Já estamos à procura de um local para instalação da nossa sub-sede dentro em breve traremos novidades. É o SINTTEL BAHIA mais perto dos trabalhadores.
Medidas Disciplinares – aos companheiros de Feira de Santana, as medidas disciplinares por não bater metas de URA e PS8 estão proibidas, após constatação que tais ações são irregulares pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE, antiga DRT) de Salvador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário